Conheça o passo-a-passo básico para montar uma startup

Montar uma startup

Se você um dia imaginou que montar uma Startup é algo feito como num passe de mágica, e que pouco esforço é necessário, saiba agora que isso é um mito! Afinal, montar uma Startup é um trabalho que requer muita dedicação e esforços árduos.

Conhecer como outras Startup iniciaram, conversar com seus criadores e aprender com eles os erros e as correções, analisando as dificuldades comumente encontradas no início do negócio, certamente é uma boa pedida!

Saiba também que para diminuir os problemas iniciais, existe uma metodologia implacável que conta com 5 passos básicos para montar uma Startup.

Ao utilizar essa metodologia você estará dando ao seu negócio uma chance a mais para o sucesso, além do que estará evitando desgastes físicos e emocionais desnecessários.

O passo a passo básico para montar uma Startup

Conheça agora de uma forma didática os cinco passos básicos que você deve dar para montar a sua Startup!

Como montar uma startup

Passo 1.

Faça a validação do seu negócio

Fazer a validação do seu negócio não é o que muita gente pensa: Definir qual o modelo de negócio da Startup. Essa definição certamente é importante é imprescindível, mas ela não é o primeiro passo a ser dado quando você quer montar uma Startup.

Para fazer a validação do seu negócio você deve ter a visão de produto. Isso significa definir uma visão estratégica macro do produto ou serviço de sua Startup. É a partir dessa validação que você terá a base para a criação de um modelo de negócio.

Você pode criar um quadro que reflete a visão do produto ou serviço. Para isso, escreva em um papel as cinco principais áreas de validação do seu negócio. Essas áreas são:

Visão: Nesta área você listará sua motivação sobre o produto ou serviço escolhido;

Público alvo: Defina quais as pessoas que passarão a ser chamadas de clientes, ou seja, deixe claro qual é o grupo que se beneficiará do produto ou serviço oferecido pela sua Startup;

Produto: Defina de 3 a 5 funcionalidades que são destaques em seu produto ou serviço. Essas funcionalidades devem ser essenciais para se alcançar o sucesso. Faça isso baseando as necessidades identificadas e na capacidade de resolvê-las;

Valor: Defina o valor que se relaciona com o desejo de investir naquele determinado produto ou serviço. Deixe claro o que a empresa pretende de retorno. Nesse caso especifique os ganhos esperados, os conhecimentos que almeja obter e os planos para reduzir custos e desenvolver a marca.

Passo 2.

Faça a definição do modelo de seu negócio

É nesse passo onde você deverá definir a primeira versão de modelo do seu negócio. Você poderá fazer isso utilizando o CANVAS. Mas afinal, o que é o CANVAS?

O CANVAS trata-se de uma ferramenta criada por Alex Osterwalder, e sua função é construir modelos de negócio a partir da união dos principais aspectos. Em outras palavras, é uma ferramenta que apresenta um resumo de hipóteses sobre as diversas áreas de uma Startup.

Nesse passo você deve focar a necessidade da validação posterior da solução apresentada por você ao mercado. Observe se esta solução realmente atende às necessidades do seu público-alvo.

Passo 3.

Faça a validação do produto ou serviço

Isso significa fazer a validação da solução apresentada por você ao mercado. Nesse passo você deve verificar juntamente ao seu público-alvo se seu produto ou serviço desenhado atende de fato as demandas.

Observe que para executar este passo não é necessário que o produto já esteja pronto. Isso serve até para evitar desperdício financeiro e agilizar o processo.

Tenha em mente que durante essa validação você já pode começar a faturar, vendendo o produto ou serviço antes de concluído. Existem diversas pessoas interessados em pagar por uma solução mesmo que ela esteja ainda incompleta.

Passo 4.

Faça a definição das personas

Uma vez que você já definiu no primeiro passo qual é o seu público-alvo, então está na hora de conhecer a fundo os seus clientes: Entender suas necessidades e expectativas conhecendo o perfil de cada um.

Para isso, crie as personas sobre as quais você terá mais detalhes, como qual a idade e as preferências pessoais, os seus afazeres diurnos e noturnos, bem como o que fazem em dias úteis, finais de semanas e feriados, entender como ele utiliza o seu tempo e as suas expectativas de vida.

Construa as pessoas após ter definido seus clientes.

Passo 5.

Construa o seu mínimo produto viável, o MVP

Tendo passado pelas etapas anteriores e feitas as diversas validações, já é totalmente possível você criar um MVP. Nesse passo, a sua startup já deve estar funcionando e gerando renda, e o MVP virá para automatizar as atividades e adquirir novos clientes.

Finalmente, você terá construído uma Startup de sucesso se tiver seguido com exatidão cada um desses cinco passos básicos para montar uma Startup.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *