Get rich or Die Trying: na terra onde o buraco é mais em baixo

Get rich or Die Trying

Direto ao ponto. Peço que você abra a sua mente para esses relatos.

Toda vez que uma grande empresa “quer vender alguma coisa” rapidamente se espalham notícias em grandes canais midiáticos dizendo que “está se aproximando o grande momento de se comprar a “tal coisa”, vamos as compras?

Mas se você fizer uma análise rápida “Se as pessoas mais influentes do mundo não estão se movimentando para comprar essa “tal coisa” e sim as pessoas mais humildes que ficam aquecidas e motivadas para essa “tal compra”. Então você consegue identificar algo errado?

A grande verdade é que os caras mais ricos e influentes desse mundo não estão comprando essa “tal coisa” e sim “vendendo” e lucrando muito alto com tudo isso.

Grandes milionários ou gurus de mercado sempre irão estimular “algo” ou comentar sobre algo com mais veemência com o intuito de vender “essa tal coisa”.

Existe um conceito de empreendedorismo ensinado pelo MJ DeMarco no livro “The Millionare Fastlane” onde ele diz, em outras palavras, que um empresário cria um produto ou serviço para solucionar o problema de um “necessitado”.

Existem 3 (três) perfis:

  • Side Walk = “A vida é uma aventura, vamos comprar e gastar sem hesitar”.
  • Slow Lane = Trabalho de segunda a sexta e vou esperar a aposentadoria (Tempo x Dinheiro)
  • FastLane = O gênio que cria produtos e serviços para a massa “perseguidora de dinheiro”
O resumo é que o empreendedor Fastlane cria um produto ou um serviço para atingir a massa Slow Lane e Side Walk vendendo um suposto “enriquecimento” quando na verdade quem “enriquece” é o criador do produto ou serviço.

Agora, tudo fez sentido pra você?

1 – A quantidade de canais de finanças, surgindo e ensinando a ficar rico…

2 – Negócios de Networking Marketing brotando do chão…

3 – O sonho do negócio dos sonhos vendidos por GURUS Fastlane

4 – Bancos Digitais que prometem “dar dinheiro” para os clientes em um único Trigg.

5 – Aplicativo que vende “tenha seu negócio” e “fique empregado” me pagando 35%.

E empreendedores enriquecendo em cima de “dores” reais e moldando seus negócios em cima da persona brasileira que busca “Tempo, dinheiro e qualidade de vida”.

Separei uma aula sobre esse assunto, espero que goste e não esqueça de comentar abaixo dizendo o que achou 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *