O poder do Neuromarketing nas suas vendas

No mundo do negócio já existe uma relação profunda com a neurociência, e sua função é descobrir os motivos pelos quais um consumidor decide comprar ou não um produto de uma marca, ou até mesmo tornar-se um cliente por muitos anos.

Esses motivos não constam nas pesquisas de satisfação nem nos comentários de feedback de clientes, porque sem subestimá-los, eles nem sabem realmente o porquê de suas motivações pela escolha de um ou outro produto. As respostas vêm portanto das pesquisas de neuromarketing.

Resumidamente, antes de relacionar o neuromarketing e as suas vendas, afirmamos que:

Uma tomada de decisão sobre a compra de um determinado produto começa no seu inconsciente, parte do seu cérebro é ativada, e somente depois é que acontece uma relação lógica e racional.

Isso acontece porque o nosso cérebro é dividido em três partes básicas: O cérebro reptiliano, o Cérebro límbico e o Neocórtex. Você poderá encontrar outras nomenclaturas, mas toda se referem ao mesmo significado.

Agora sim, qual a relação entre o neuromarketing e as suas vendas?

Neuromarketing X Vendas

A princípio vamos deixar bem claro que o neuromarketing não é uma estratégia de marketing, mas trata-se de estudos que visam compreender o comportamento do ser humano a partir da análise das três partes constituintes de seu cérebro.

Compreendido como funciona o cérebro, fica fácil a criação de estratégias para conduzir seu cliente ao Lead pelo chamado Funil de vendas.

As empresas passaram a usar os resultados do estudo do neuromarketing para prospectar clientes e efetuar de fato as suas vendas.

Dessa forma, utilizam símbolos, mensagens e até cores para chamar atenção e despertar as três partes do cérebro do seu cliente. A aplicação do neuromarketing é diretamente voltada a capturar a atenção e levar o cliente a compra.

Os famosos gatilhos mentais são métodos excelentes para captação de leads e entradas no funil de vendas. Eles utilizam de todo o conhecimento advindo dos estudos do neuromarketing que provocam as atividades cerebrais e dessa forma geram aquelas ações de vendas tão desejadas.

Os gatilhos mentais servem como um atalho para que o cérebro não dispense tanta energia no processo de reflexão e consequente tomada de decisão. Os gatilhos mentais dessa forma são poderosas ferramentas para atingir o seu público-alvo.

Isso funciona porque esses gatilhos ultrapassam o neocórtex e ativam poderosamente o sistema límbico, o que é positivo e dá aos seus clientes a motivação suficiente para a ação de compra.

Saiba agora o poder do neuromarketing nas suas vendas

Se você acha que aplicar o neuromarketing em seu negócio vai lhe tirar fundos e mundos, saiba que é ledo engano, pois com essa forma você consegue leads sem muito investimento.

Tudo que você precisa fazer é só encontrar as formas e os gatilhos mentais ideais para aplicar em seu negócio, que poderá ser um ou a combinação de alguns deles.

Mas para facilitar a sua vida, neste artigo listaremos as principais ferramentas que você pode aplicar em seus produtos e serviços e assim turbinar suas vendas.

Faça um conteúdo visual

Sabe aquela máxima de que uma imagem vale mais que mil palavras? Pois é, isso foi comprovado pelo neuromarketing. A ideia é que as pessoas conseguem compreender com maior facilidade as imagens do que as palavras.

Por isso faça uso de um conteúdo visual que tenha suficiente força de persuasão, de preferência que sintetize todas as informações do seu produto ou serviço.

Utilize rostos de pessoas

A relação nata de sociabilidade das pessoas fazem com que ao ver um rosto se sintam muito mais atraídas. Dessa forma, utilize o rostos de pessoas para prospectar clientes e vendas.

A dica é você utilizar rostos de crianças, em especial bebês sorrindo.

Utilize cores

Com os estudos do neuromarketing chegou-se à conclusão de que as cores mechem demais com as emoções das pessoas, sendo por esta razão bastante utilizadas como estratégia de marketing.

É interessante que você tenha em mente o efeito que quer gerar nas pessoas para que possa escolher a cor respectiva e aplicar em seu produto ou identidade visual de sua marca.

Utilize da ideia de escassez

Você deve utilizar a ideia oposta de compra. Para isso, utilize do gatilho mental da escassez que gera um senso de urgência ao determinar a possibilidade de perda de oportunidade de compra.

Com o neuromarketing ficou conhecido que as pessoas valorizam muito mais aquilo que é escasso e possuem medo de não conseguir adquirir.

Enfim, existem diversas estratégias todas descobertas pelos estudos de neuromarketing que são imprescindíveis para o seu negócio. Como últimas palavras, você deve essencialmente:

– usar a emoção para atingir o seu público-alvo;

– não escrever sobre você e sim para o seu público-alvo;

– fazer a criação de listas;

– utilizar o Storytelling;

– utilizar as mensagens curtas, que são os Soundbites;

– e finalizar fazendo uma Call to action.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *