Validando sua ideia com Google Design Sprint

Você já ouviu falar do Google design Sprint? Certamente sim! Esta é uma poderosa ferramenta de design Express que deve ser utilizada por pessoas em um período de 5 dias! Mas qual a finalidade do Google design Sprint?

A principal função dessa ferramenta é dar oportunidade para que o grupo responsável por uma Startup possa responder algumas questões importantes referentes ao design, à prototipagem e também testar as ideias de cada membro.

O Google design Sprint é uma ferramenta criada pela Google Ventures, que tem a função se realizar testes como também acelerar as ideias iniciais de desenvolvimento de um negócio.

Mas qual seria então a vantagem de utilizar o Google design Sprint se no mercado existem várias outras ferramentas semelhantes e com grande potencial para as empresas que estão no estágio inicial?

A principal diferença entre esta ferramenta da Google Ventures em relação a outras existentes no mercado é a utilização de um atalho, pois com ela o empreendedor já tem a oportunidade de validar a sua ideia diretamente com o público alvo.

Dessa forma todo o processo é reduzido em cerca de 40 horas. Isso porque com outras ferramentas faz-se necessário lançar um produto mínimo viável, o MVP, para então fazer a validação.

Isso é bastante importante e interessante uma vez que é possível saber se a ideia poderá funcionar ou não até mesmo antes de passar por todo o processo de desenvolvimento dessa ideia! Legal, não é?

Mas, na prática como a ferramenta Google design Sprint funciona?

O Google design Sprint funciona a partir de etapas, sendo que a primeira delas é o momento onde você deve escolher o problema para o qual quer buscar uma solução. Feito isso, basta agora reunir toda sua equipe e marcar em calendário 5 dias de trabalho.

Selecione todo material que será necessário durante todos os cinco dias de trabalho, que vão desde o material permanente, como as mesas e cadeiras, até o material de consumo, como os papéis, lápis, as borrachas, post-it, etc.

Com tudo isso em ordem, chegou a etapa de colocar a mão na massa. Para isso, divida as tarefas por cada dia da semana. Suponhamos que você iniciará o processo na segunda-feira e terminará na sexta-feira.

Então, o que fazer em cada dia da semana?

Na segunda-feira

No primeiro dia de uso google design Sprint é o momento para que o grupo fale sobre todas as informações que eles detêm sobre a ideia. Isso é para ter a certeza de que todas as pessoas do grupo estão partindo do mesmo ponto, embora nem todos têm a mesma formação.

É válido destacar que os designs têm conhecimentos específicos que diferenciam daqueles que os desenvolvedores detém, enquanto que os product managers conhecem detalhes que os stakeholders não fazem ideia que existem. Com essa junção e todos partindo do mesmo ponto, a ideia tende a fluir melhor.

Na terça-feira

No segundo dia de trabalho é o momento para que todos possam rabiscar as ideias. Aqui existe um trabalho individual onde cada um deverá indicar algumas soluções para o problema ou ideia apresentada.

O que se pretende com isso é conseguir o número maior de ideias lançadas no papel, sem que haja para isso discussões em grupo, mas apenas o pensar individual de cada membro.

Superado essa etapa, é hora de cada membro observar e ler os sketches construídos, e a partir daí poderá haver uma discussão sobre como cada solução poderá funcionar.

A ideia é que haja críticas em relação as ideias e uma votação para escolher as melhores, mas tudo deve ser feito em um ambiente democrático e de bastante interação.

Na quarta-feira

No terceiro dia certamente já existe uma quantidade de ideias para serem escolhidos. É por esse motivo que a equipe ainda não chegou ao momento ideal, isso porque não é possível fazer a prototipagem de tantas ideias ao mesmo tempo.

O que cabe neste dia é fazer a filtragem das ideias e aprimorá-las. Ao final do dia deve haver apenas uma ideia escolhida.

Na quinta-feira

A quinta-feira é dedicada para fazer a prototipagem da ideia. Aqui é o momento em que a produtividade deve imperar, então a dica é escolher aquelas ferramentas que o grupo está mais habituado a utilizar.

No primeiro momento do dia, é necessário definir as atividades de cada membro e o tempo necessário para realizá-las.

Na sexta-feira

A sexta-feira é o dia de apresentação dos protótipos. Eles devem ser mostrados aos usuários, e a partir daí deve ser ouvido a respeito do que lhes chama atenção ou não no produto.

Terminando a sexta-feira, o grupo se reúne para discutir os feedbacks recebidos e a partir daí será a votação para decidir se aquela ideia é viável ou não. Se não for viável, então recomeça o ciclo de utilização do google design Sprint para escolha de uma nova ideia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *